S.L. Benfica  
SPORT LISBOA E BENFICA
Fundação
1904
Cidade
Lisboa
Presidente
Luis Filipe Vieira
Treinador
Giovanni Trapattoni
Estádio
da Luz







 

O Benfica é o clube que mais títulos alcançou a nível interno, no entanto, tem lutado para se libertar da falta da conquista de troféus dos últimos anos. Os momentos áureos da formação da Luz tiveram lugar na década de 60, ao ter vencido por duas vezes a Taça dos Campeões Europeus.



O clube que antecedeu o Benfica foi o Sport Lisboa, fundado a 28 de Fevereiro de 1904 e constituído por pessoas da zona de Belém, que se juntaram a alguns ex-alunos da Casa Pia.

Logo de inicio, foi escolhido o vermelho e branco para serem as cores principais para a nova equipa de futebol, pelo facto de transmitirem vivacidade e alegria.

Após ter passado por um período de crise, marcado pela instabilidade da 1ª República, a 13 de Agosto de 1908, o Sport Lisboa funde-se com o Grupo Sport Benfica, orientado sobretudo para o atletismo e ciclismo, dando origem ao Sport Lisboa e Benfica.

Da fusão dos dois clubes, nasce o novo símbolo com uma roda, devido ao ciclismo praticado Grupo Sport Benfica e foi adoptada a águia também como símbolo do clube para que representasse o espirito da elevação de propósitos e de iniciativa.

O clube da Luz ainda é o que possui mais títulos conquistados a nível interno, tendo vencido por 30 vezes o Campeonato Nacional de Futebol e 24 edições da Taça de Portugal e o clube com o maior número de sócios, cerca de 94 mil.

Os maiores momentos desportivos da formação encarnada aconteceram nos anos de 1961 e de 1962, quando conquistou a Taça dos Campeões Europeus com uma equipa da qual fazia parte a maior estrela da história de sempre do clube encarnado, Eusébio.

A equipa da Luz viria ainda a atingir mais três finais da mesma competição, em 1963, 1965 e 1968, tendo sido derrotada pelo AC Milan, Inter de Milão e Manchester United, respectivamente.

Após vários anos desde a última presença na final da Taça dos Campeões Europeus, o Benfica regressa em 1983, a uma final europeia sob a orientação do treinador sueco, Sven Goran Ericsson.

Nesse mesmo ano, os encarnados com as suas maiores glórias de finais dos anos 70 e principios dos anos 80, Fernando Chalana e Humberto Coelho, discutiram a final da Taça UEFA, tendo sido derrotados pelo Anderlecht da Bélgica em duas mãos.

Em 1988 e 1990, o clube alcança as duas últimas finais europeias da sua história, ao estar presente na final da Taça dos Campeões Europeus mas, foi derrrotado respectivamente com o PSV Eindhoven e o AC Milan.

Apesar do seu passado de vitórias, a equipa da Luz tem vindo a atravessar, nos últimos anos, um período de instabilidade financeira, que se tem traduzido na falta do título de Campeão Nacional de futebol que foi conquistado pela última vez em 1994.

O Benfica passou também, por um período de 8 anos de interegno na Taça de Portugal mas, em 2004, conquistou o troféu frente ao FC Porto.

Uma das maiores facetas da formação encarnada foi igualmente o facto de, desde o seu inicio, os seus plantéis terem actuado, somente com jogadores de nacionalidade portuguesa, facto que viria a ser alterado na década de 80.

Em Fevereiro de 2004, no seguimento das comemorações do seu centenário, o clube viria a efectuar mais uma alteração, desta vez ao adoptar um novo equipamento semelhante ao utilizado na fundação do Sport Lisboa, com algumas alterações na camisolas e com a utilização de meias pretas, tal como acontecia no seu inicio.

Ao longo da sua história, o Benfica jogou em recintos diferentes, três dos quais estádios próprios, foram eles o Campo de Sete Rios, entre 1913 a 1917, no Estádio das Amoreiras, de 1925 a 1940 e no Estádio da Luz, de 1954 a 2003. (Entre 1940 e 1954, o clube da Luz jogou no emprestado Campo Grande).

O novo Estádio da Luz, com a arquitectura do australiano Damon Lavelle, foi inaugurado a 25 de Outubro de 2003, e tem uma capacidade para 65 000 espectadores.

O recinto conheceu o seu primeiro encontro a 25 de Outubro de 2003, num particular entre o Benfica e o Nacional de Montevideu do Uruguai e vai ser o palco da final do EURO 2004.